top of page

corpo

meu corpo se intimida

se esconde

mas tem pressa do teu

talvez nunca alcance

mas deseja

e isso é muito


meu corpo envelheceu

tem marcas

tem mágoas

e alguns excessos

mas essa sou eu

pele

pelos

rugas

eu plena de vida


meu corpo carece

de corpo

e não controla a intensidade

de seus líquidos

mas receia

quando percebe o teu corpo

tão alvo

tão novo

e se contém

numa apertada calmaria

sem gestos


meu corpo tem medo

e tem uma vontade danada do teu

mas sabe do risco

e por isso cala


eu sou o meu corpo em silêncio



foto: tela 'borboleta' - Yayoi Kusama - 1988

9 visualizações0 comentário
bottom of page