top of page

entrega

estava na hora de te falar tudo

te contar as minhas lutas contra o tempo

dos meus demônios na janela

dos meus sonhos com ela

mas não tenho certeza se são sonhos...


estava na hora de te mostrar tudo

todos os esconderijos onde me protejo

os atalhos que percorro fugindo dela

todos os segredos que guardo do tempo em que fui feliz com ela

e os labirintos onde me perco com ela

mas não posso...


estava na hora de te contar tudo

as minhas verdades e mentiras

daquilo que pensei ser o certo e o errado

das minhas fugas solitárias à procura dela

mas não consigo...


estava na hora de te olhar nos olhos

e te dizer que não aguento mais me ver assim

arrastando correntes e culpas

sempre gritando socorro

sempre carente de abrigo

sempre pedindo perdão

mas como?


estava na hora de parar

deitar no teu colo e esquecer

te beijar lentamente e deixar que a noite passe

te amando e te perdendo

me agarrando a você e a este presente

como tenho feito há muito tempo...

1 visualização0 comentário
bottom of page