top of page

fevereiro

ontem revi teus olhos

e uma alegria involuntária

percorreu meu corpo em pequenos segundos de felicidade

 

ontem escutei a tua voz

e nada que você disse perturbava mais a minha tranquilidade

do que ver suas mãos em movimentos pelo ar em gestos tão familiares

 

ontem fiquei ali olhando teu pescoço, teu colo, teus cabelos

foi uma coisa boa, mas sem sentido algum

foi um dia triste

e você estava nele ainda amarga e febril

você estava ali na minha frente

depois de tanto tempo

com a mesma aridez do dia em que você partiu

nada mudou...

 

talvez em mim um milímetro de possibilidade de sorrisos existisse

mas a dureza da vida nos encapsulou num passado cheio de vãos e silêncios

frases inteiras deixaram de serem ditas

e um tanto imensurável de emoções foram contidas para sempre


ontem foi como se eu pudesse te dizer tudo, mas não falássemos a mesma língua

ali eu era a estrangeira

ali eu ainda não compreendia o que havia nos acontecido

 

ontem mais uma vez não houve despedidas

você simplesmente foi desaparecendo

pela porta, pela rua, pela cidade que estava quente

e o céu impressionantemente azul...


 

23 de fevereiro 2017


foto: tela 'duas mulheres no jardim' - Edvard Munch - sem data

11 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page