top of page

mergulho

eu estava caindo no abismo da solidão e aí me lembrei do bolo que deixei no forno

decididamente não era hora pra depressão nenhuma

então me equilibrei preparei a calda de açúcar e a cobertura de chocolate calorias suficientes para me deixar gorda e feliz!

eu estava desabando na tristeza quando me toquei

que não havia regado as avencas do portão e isso era imperdoável elas não tinham nada a ver com esse nó apertado no meu peito

aí peguei o regador e chuá…

aproveitei que estava calor e me molhei também

que delícia a água fria escorrendo pelo meu corpo eu estava arrepiada o bastante pra ficar imóvel e feliz!

eu estava entregando os pontos pra essa saudade que não acaba quando então me veio a ideia de dar um jeito nas janela da sala assim, lixando durante horas não ia pensar em nada a não ser na poeira e no cheiro da tinta e de como todas elas amarelinhas iam tornar tudo mais alegre e feliz!

eu estava na beirada mesmo daquele lugar abissal e aí me dei conta que não tinha cabimento eu cair, me arrebentar

era verão e o sol dominava tudo com seu calor aí pensei melhor, olhei ao redor nada estava melhor e eu ainda tinha vontade de me atirar num mergulho profundo e feliz no mar de Copacabana…


2017

7 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page