top of page

sossego

me vi ontem

naquele lugar escuro

o mesmo de onde havia escapado antes

antes desse desassossego do amor

amor que trouxe sombra para minha janela

onde tudo pedia sol

desde o meu coração apaixonado

até as minhas begônias coloridas


encontrei comigo

na mesmo espaço, no mesmo vão

aquele que eu não cabia

mas que fiquei

desde de quando o amor se foi

foram dias enormes

e noites sem fim

eu persistia

pela sobrevivência

a minha e das alamandas

aquelas que plantamos

e regamos tantas manhãs

não era justo

deixar as ervas daninhas tomarem o quintal

e a horta verde escura de salsas e rúculas


estou em mim agora

sinto tanto ter me abandonado

quando mais precisei de mim

naquele dia que o amor partiu

mas me vi naquele espelho da sala

aquele que reflete a luz da manhã

e os gerânios das jardineiras


me olhei tão de frente

que despertei de um sono ruim, pesadelo

de um quase feitiço

parecia que saia de um mergulho

carecia de ar

e num susto

me vi viva

cuidando de mim e do meu jardim...


foto: estampa em chitão - Aline Miguel

17 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page